Artigos › 10/01/2020

Maria, exemplo de perseverança

anuja-mary-tilj-PRLe-Ul-TGd-Io-unsplash

Maria é exemplo de perseverança, fé em Deus e amor incondicional.

Maria aceitou corajosamente sua missão nesta terra, ao aceitar por inteiro a vontade de Deus em sua vida. Ela foi exemplo de espera em Deus. Quando falo em espera, me refiro ao que aos nossos olhos humanos, deve ter sido a pior espera de sua vida: a morte do Seu amado Filho, Jesus.

Maria foi a Mãe que intercedeu junto ao seu filho, Jesus, pelo milagre nas bodas de Caná, que acompanhou sua vida, que aceitou passar pelo calvário junto a Jesus – deixando de lado sua própria dor por amor.

Quantos de nós não passamos sentimos dores (da alma) diariamente? Quantos de nós, muitas vezes, não suportamos o peso da cruz que nos foi designada? Quantos de nós precisamos de um verdadeiro milagre em nossas vidas, seja uma doença incurável, a superação de um casamento que terminou ou a superação da perda e do luto de/por um filho?

Há dias em que o nosso coração e nossa alma simplesmente doem. Nestes dias, devemos recorrer Àquela que foi mãe e que sentiu uma espada transpassar sua própria alma ao ver o seu filho pregado em uma cruz.

Devemos procurar consolo em seu coração, e pedir a Ela que interceda junto a Jesus pelos nossos pequenos e grandes milagres.

Se Maria passou pelo calvário com Jesus, por que não passaria conosco pelas tempestades da vida? Jesus nos deu Maria como mãe! Que saibamos amá-la incondicionalmente, assim como Ele a amou com todo seu coração.

Maria confiou na vontade divina até o final e sofreu as dores e as delícias de suas esperas em Deus. Que nós possamos sempre recorrer Àquela que ensina, com maestria, que o calvário é justamente o que nos ensinará a viver.

Via Aleteia